Opinião... Maudie Julien * Por Trás das Grades

Data Início: 12-02-2015 
Data Fim: 16-02-2015

AutorMaudie Julien
Título: Por Trás das Grades
Editora: Guerra & Paz
ISBN: 9789897021268
N. Páginas: 248

Sinopse:
Um hino à vida! "Por trás das Grades" é a história de um ser humano que se salvou do inferno e hoje ajuda a salvar pessoas.
Esta é a história de Maude. Aos 3 anos, o pai fez dela prisioneira. Fechou-a num casarão isolado, proibiu-lhe o contacto com outras pessoas, forçando-a a provas paranóicas O pai queria fazer dela um superser humano, capaz de salvar a humanidade. Foi forçada, durante 15 anos, a um plano de abusos e tortura, com a cumplicidade da mãe.

Comentário:
Indignação!!! Foi o sentimento que me acompanhou a leitura deste livro da primeira à última frase. Como é que pode um ser humano infligir tanta dor e sofrimento a outro ser humano, em especial tratando-se dos pais? 
Só uma mente muito doente e perturbada pode acreditar estar a fazer o bem ao fechar a sua filha em casa durante 15 anos, submetê-la ao que chama testes para moldar a sua personalidade e sentimentos, corpo e alma. E uma mãe que assiste calada e subserviente é tão ou mais culpada que o pai!

Maudie conta-nos na primeira pessoa a sua vida desde os 3 aos 18 anos, quando o pai decidiu fechá-la ao mundo por considerar que ela se tratava de um superser que não poderia ser infectado pelo exterior. Atrocidade atrás de atrocidade, Maudie vai crescendo e (sobre)vivendo. Felizmente para ela, a sua personalidade levou a melhor e conseguiu aguentar até se conseguir libertar da sua "prisão". No entanto, as grades de que fala o título do livro vão muito além do gradeamento da casa onde moravam...

Um livro muito intenso e revoltante. Por saber que de facto se trata de uma história real (como alguém disse, a realidade consegue muitas vezes superar a ficção), incomoda e muito. Mas é também uma lição de vida, de coragem e de esperança! Recomendo!

Classificação: 9/10

2 comentários:

Isaura Pereira disse...

Olá Maria João,

Ainda bem que gostou :)
De facto é uma história revoltante e dura, mas infelizmente, real.

Beijinhos e boas leituras.

Maria João disse...

É verdade Isaura, e ainda bem que existem pessoas com a coragem suficiente para as divulgar.

É importante que este tipo de vidas não fiquem fechadas atrás das grades para sempre!

Beijinhos