Li o Livro, Vi o Filme... A Longa Estrada para Casa

Assim que terminei a leitura do livro "A Longa Estrada para Casa" vi o trailer do seu filme e fiquei cheia de vontade de o ver!
Fui finalmente neste fim de semana (quase já não o apanhava no cinema...) e adorei!



Terminei o filme com uma imensa dor na garganta do esforço que fiz para não parecer uma Maria Madalena. Porque o livro é intenso e incomoda, mas o filme incomoda muito mais. E não fui a única... muita fungadela se ouviu dentro da sala de cinema.

O filme é muito fiel ao livro, e está muito bem feito, à parte alguns pormenores ausentes no filme (o pedaço de chocolate que Saroo trás na mão quando aterra na Austrália, que é tão marcante no livro, não está no filme. Assim como as visitas ao asilo e à Mrs. Sood já em adulto também não foram transcritas para a tela).
Existem alguns pormenores que estão menos bem, como a altura do actor que interpreta Saroo que parece um gigante junto dos habitantes da sua aldeia (afinal ele é um deles, embora tenha tido uma alimentação diferente, dificilmente seria assim tão alto e forte quando comparado com os seus conterraneos).

Dei 8,5 estrelas ao livro e dou as mesma ao filme. Gostei muito, emocionei-me muito e vou lembrar-me desta história por muito tempo.

4 comentários:

Vanessa Pereira disse...

Bota fungadelas nisso ou então estava tudo muito constipado :D

Maria João disse...

Uma gripe um bocadinho estranha... Incluía soluços... :-D

Dulce disse...

Olá Maria João,
Eu vi o filme este fim de semana e chorei "baba e ranho", eu e o meu marido.
Adorei e quero muito muito ler o livro, pois sei que quando passam para o ecrã há pormenores do livro que ficam "esquecidos".
É um tema que me toca bastante pois o meu filhote também é adotado.^-^
Bjs

Maria João disse...

Bom dia Dulce,

eu gostei muito do filme, mas ainda gostei mais do livro. Sai do cinema e da leitura com um nó na garganta do esforço para não chorar baba e ranho!
É uma história de vida fantástica!
Beijinhos