Opinião... Tina Nash * Saída da Escuridão

Data Início: 06-09-2015 
Data Fim: 09-09-2015

AutorTina Nash
Título: Saída da Escuridão
Editora: Quinta Essência
ISBN: 9789897413421
N. Páginas: 275

Sinopse:
Ela amava-o muito. E ele tirou-lhe os olhos...
Em 1999, quando Tina Nash, de dezanove anos, conheceu Shane, alguém a avisou de que ele era perigoso.
Mas quando o encontra uma década mais tarde, vê primeiro e acima de tudo um homem cujos braços lhe dão uma enorme sensação de segurança. Completamente apaixonada, é incapaz de reconhecer como o seu amante se pode tornar agressivo.
Ao fim de oito meses surge o primeiro ataque violento, e Tina rompe com ele. No entanto, o amor prevalece sobre o instinto de autopreservação. «Eu agora era como uma viciada em drogas que só ficava feliz quando conseguia a minha dose – a minha dose de Shane.»
Esse vício é mais forte do que a dor, o medo e a humilhação. As agressões continuam, a polícia é chamada… como consegue ela suportar? No entanto, Tina tolera mais torturas. Shane maltrata-a também à frente dos filhos, mas ela ainda acredita que é sempre a última vez e que agora ele vai mudar. Esta esperança termina a 20 de abril de 2011, com o ataque mais brutal. Shane passou doze horas a torturar uma Tina inconsciente e cegou-a...


Comentário:
Regra geral vivo imenso os livros, entro na história, sofro com os dramas, riu com as alegrias. Mas quando está a ser demasiado intenso páro e penso, calma é ficção! Neste "Saída da Escuridão" a história é real e conseguiu em muito superar a ficção, o que o tornou um livro doloroso de ler.

Dei por mim a desejar poder entrar nas páginas do livro, chegar junto de Tina e abaná-la! Como é possível um homem conseguir destruir a auto-estima de uma mulher a este ponto? Como é possível Tina ter aceite repetidamente um homem que desde o princípio a maltratou? Como é possível ela permitir um ambiente destes na sua própria casa, onde também viviam os seus dois filhos pequenos, que tiveram que assistir a cenas que nenhum adulto devia ver quanto mais crianças? É extremamente pertubador!

Tina sofreu as maiores atrocidades da parte do namorado que culminaram em cegueira pois ele arrancou-lhe os olhos (literalmente!). Até lá Tina sofreu imensas cenas de violência, Shane foi preso repetidamente, teve pulseira de segurança para não permitir que se aproximasse da casa dela, mas Tina aceitou-o sempre de volta. Ao longo do livro vamos percebendo o quanto Shane está perturbado, sem trabalho, todo o dia a jogar jogos violentos ou a ver filmes de terror. Todos os sinais de alarme soaram repetidas vezes, mas ainda assim Tina insistiu que ele precisava da sua ajuda e que com ela ia mudar e ter uma vida normal.

O livro é escrito por uma escritora fantasma que se colocou na pele de Tina para nos contar esta história de horror. Na minha opinião, algumas coisas foram menos conseguidas, como por exemplo, sabermos que Tina não tinha uma vida financeira folgada mas depois um dia decide remodelar a casa e em semanas muda a casa toda. Depois, a expressão "a guerreira que há em mim" repete-se inúmeras vezes, vinda de uma mulher que permite que a espanquem e maltratem repetidamente... Torna-se um pouco incoerente.

Como referi, é uma história real, por isso estamos a falar de pessoas reais, que têm os seus sentimentos e, para quem está fora da situação, é fácil julgar. Ainda assim, é um livro que incomoda, e se cumprir a sua missão que é a de alertar mulheres na mesma situação que são as vítimas e não as culpadas, então o livro já cumpriu o seu propósito! 


Classificação: 7/10

Partilho aqui um video de uma reportagem com Tina: 

Sem comentários: