V. C. Andrews * Herdeiros do Ódio

Data Início: 07-09-2014 
Data Fim: 12-09-2014

AutorV. C. Andrews
Título: Herdeiros do Ódio
Editora: Quinta Essência
ISBN: 9789897261442
N. Páginas: 400

Sinopse:
Os quatro filhos da família Dollanganger levavam vidas perfeitas - uma bela mãe, um pai amoroso e dedicado, uma linda casa. De repente, o pai morre num acidente de viação e a mãe fica endividada e não possui qualificações para ganhar a vida e sustentar a família. Assim, decide escrever aos pais – os seus pais milionários, dos quais as crianças nunca tinham ouvido falar. A mãe fala-lhes dos avós ricos, de como Chris, Cathy e os gémeos irão levar vidas de príncipes e princesas na luxuosa mansão dos avós. As crianças deleitam-se com as perspetivas da nova vida, até descobrirem que existem algumas coisas que a mãe nunca lhes contou. Nunca lhes contou que eram consideradas pelos avós «filhos do demónio» e que nunca deviam ter nascido. Não lhes conta que é obrigada a ocultá-las do avô porque deseja herdar a fortuna dele. Não lhes conta que devem permanecer trancadas numa ala isolada da casa, tendo apenas o sótão escuro e abafado onde brincar. Prometeu-lhes, porém, que seriam apenas alguns dias...
Contudo, os dias transformaram-se em meses, os meses em anos. Desesperadamente isolados, aterrorizados pela avó, Chris e Cathy tornam-se tudo um para o outro e para os gémeos. Agarram-se ao amor mútuo como última esperança, única força sólida - uma força quase mais poderosa que a morte. Herdeiros do Ódio é um romance de terror, traição e salvação através do amor.

Comentário:
Assim que terminei a leitura deste livro, foram vários os sentimentos que me assolaram... raiva contra a mãe Corrine, pena dos irmãos e impotência pelo seu sofrimento, desprezo pela avó, curiosidade pelo que se seguirá...
Sim, porque este é o primeiro de 5 livros desta saga intitulada "Dollanganger", e eu espero que a Quinta Essência re-edite os restantes livros muito em breve.

Chris, Cathy, Cory e Carrie são quatro irmãos saudáveis e felizes que vêem o inferno instalar-se nas suas vidas no dia em que o pai morre num acidente.
A mãe deles, uma mulher que nunca trabalhou e que vive uma vida de lixo acima das suas possibilidades, decide então pedir ajuda aos seus pais, que são imensamente ricos, mas que a deserdaram porque não lhe perdoam algo que aconteceu no passado. Corrine decide então engolir o orgulho e procura o perdão do pai, mas para isso precisa de esconder os filhos, que ele jamais aceitaria. Com a ajuda da sua mãe, Corrine tranca os 4 irmãos numa ala antiga da mansão, iludindo-os que será por pouco tempo, pois o avô está moribundo e, assim que ele morrer, eles serão ricos e felizes.
Começa uma vida nova para os irmãos, onde os dois mais velhos terão de fazer de pai e mãe para os gémeos mais novos que não compreendem o que se está a passar.
E o que deveriam ser dias de cativeiro transformam-se em semanas, que se transforma em meses, e em anos...

Os quatro irmãos vão ter que aprender a sobreviver num quarto e sotão fechados, lidar com toda a hostilidade e rancor da avó, a cuidarem de si, a lidarem com o seu crescimento e emoções, assistindo a um cada vez maior afastamento da mãe.

É uma história dura, revoltante, onde a ganância se sobrepõe ao amor pelos filhos. Já tinha lido outros livros da autora, mas num registo diferente e achei esta história fantástica. Por incrível que pareça, V. C. Andrews descreve-nos a vida de quatro pessoas fechadas num quarto durante anos sem ser entediante ou repetitiva. Assistimos e sentimos que os irmãos estão a crescer e a aprender a lidar com as alterações que o crescimento provoca nos seus corpos e sentimentos. Assistimos ao evoluir das suas emoções: esperança, desespero, desconfiança, desilusão. 

Para mim foi uma leitura compulsiva, porque queria muito saber o que iria acontecer e de que forma o livro iria acabar. Fico agora ansiosamente à espera do segundo volume! 

Classificação: 8,5/10

Sem comentários: