Sérgio Luís de Carvalho * A Última Noite em Lisboa

Data Início: 08-03-2014 
Data Fim: 13-03-2014

AutorSérgio Luís de Carvalho
Título: A Última Noite em Lisboa
Editora: Clube do Autor
ISBN: 9789897241222
N. Páginas: 312

Sinopse:
Uma intriga histórica numa cidade inquieta. Amor e ódio em tempos de guerra.
A II Guerra Mundial vai no seu quarto ano. Numa Lisboa pobre, pacata e marialva, apenas os refugiados, as manobras militares da Legião Portuguesa e as filas que se começam a fazer à porta das lojas denunciam a existência de um distante e sangrento conflito.
Henrique é um jornalista que trabalha na revista «A Esfera», subsidiada pelos serviços secretos nazis, quando conhece a nova vizinha do lado, Charlotte, uma refugiada austríaca, cuja liberdade e antinazismo lhe vão abrir novas perspetivas. Cada vez mais, Henrique sente-se entre dois mundos antagónicos. De dia, trabalha entre convictos nazis; à noite, está com Charlotte e com Maria Carolina.
O que Henrique desconhecia é que os segredos e os mistérios da vida de Charlotte implicariam uma escolha dramática para os seus destinos.

Comentário:
Gostei muito deste livro! É, sem dúvida, uma lição da história de Portugal, mais concretamente de Lisboa, nos anos de 1940 a 1943. E está muito bem contada.

Numa época em que a Europa está em guerra, Portugal ainda é um local relativamente calmo para viver. E é a este país que chegam refugiados diariamente na busca de alguma qualidade de vida. Estes refugiados trazem consigo uma cultura diferente que, a princípio, choca com a cultura fechada nacional, mas que aos poucos faz abrir mentalidades.

Entre estes refugiados, encontra-se Charlotte uma austriaca que vive sózinha numa casa que aluga quartos. Nessa mesma casa vive Henrique, um jovem promissor na sua inteligência, que pouca relação tem com a política, mas que se vê envolvido nela, através do jornal onde trabalha, A Esfera, cujos directores são totalmente pró-nazis.
A sua namorada, Maria Carolina é uma jovem inocente que vai desabrochar através da amizade que vai desenvolvendo com Charlotte.
Os três passam a ser inseparáveis, deixando Henrique numa situação pouco confortável entre dois mundos em guerra, por um lado o seu trabalho e o apoio incondicional à Alemanha nazi, por outro a sua necessidade crescente de defender uma refugiada que odeia essa mesma Alemanha.

No decurso de todo o livro são imensas as menções aos bens e locais da época, a maior parte dos quais eu apenas ouvi falar. Para quem viveu naqueles anos, certamente este livro será como que o abrir de um albúm de recordações.

É uma história cheia de factos reais, com um ritmo de leitura muito agradável e onde aprendi imenso. A caracterização das diferentes personagens é brihante. Recomendo!

Classificação: 8,5/10

Sem comentários: