Jean Teulé * A Loja dos Suicídios

Data Início: 24-08-2013
Data Fim: 26-08-2013

AutorJean Teulé
Título: A Loja dos Suicídios
Editora: Guerra & Paz
ISBN: 9789897020650
N. Páginas: 159

Sinopse:
Uma comédia negra futurista, uma ambiência digna de um filme de Tim Burton.
É uma lojinha onde nunca entra um raio de Sol. Imagine um negócio de família que envolve a venda de todos os ingredientes possíveis para a prática do suicídio, nas suas mais diversas formas. Corda, pistolas, facas, venenos e toda uma panóplia de produtos mortíferos. São cinco as personagens que compõem esta família atípica que gere a loja há várias gerações: os pais, profissionais, comerciantes; o filho primogénito, deprimido crónico mas extremamente criativo no seu domínio; a irmã, exemplo típico da adolescente inadaptada; e finalmente o irmão mais novo, verdadeiro grão de areia na engrenagem deste comércio lúgubre: é que ele se atreve a sorrir e a ser… optimista.
Com uma ambiência digna de um filme de Tim Burton, A Loja dos Suicídios é uma comédia negra futurista que invoca o grande adversário da família Tuvache e do seu sinistro empreendimento: a alegria..

Comentário:
Sabe bem ler um livro diferente e original de vez em quando! E este "A Loja dos Suicídios" é brilhante no que toca a originalidade.
Partindo de um tema pesado e que se reveste de algum tabu, o suicídio, Jean Teulé escreve uma história em jeito de sátira e com um humor negro muito refinado.

Tudo corre bem na loja da familia Tuvache, que se dedica a fornecer material de qualidade para quem se quer suicidar. Ou não fosse o seu slogan "A sua vida foi um fracasso? Connosco a sua morte será um sucesso!".
São uma familia cinzenta, onde ser feio e mal disposto é uma virtude. Nunca esboçam um sorriso e ter pesadelos é sinónimo de uma noite sossegada.
Até que nasce o terceiro filho, Alan, muito diferente dos seus irmãos. (o nome dos 3 filhos baseiam-se em personalidades que se suicidaram: Vincent (van Gogh), Marilyn (Monroe) e Alan (Turing)).
Nasce com um grande sorriso e é sempre um optimista. Será que o seu sorriso irá alterar o rumo desta familia?

A critica à sociedade incluída no livro de forma subtil é brilhante e leva-nos de uma gargalhada a pensamentos mais profundos e preocupantes a uma velocidade alucinante.
Quanto a mim, o único ponto menos positivo prende-se com o tamanho do livro, algumas passagens são demasiado aceleradas e podiam ter sido mais desenvolvidas, até porque as personagens têm estofo para isso! Ainda assim, é um livro muito interessante.

Um livro que já tem filme, e que a avaliar pelo trailer, tem o mesmo tom de humor negro do livro. A trailer aqui.

Classificação: 7,5/10

Sem comentários: