Shyam Selvadurai * Jardins de Canela

Data Início: 25-04-2013
Data Fim: 03-05-2013

AutorShyam Selvadurai
Título: Jardins de Canela
Editora: Bizâncio
ISBN: 9789725301913
N. Páginas: 304

Sinopse:
No elegante, mas sufocante mundo da classe alta de Ceilão, duas pessoas solitárias, Annalukshmi e o seu tio Balendran, têm de escolher entre a felicidade pessoal e a provável destruição de outras vidas. Uma sonha com a independência, ao mesmo tempo que a sua família tenta, obcecadamente, arranjar-lhe o casamento adequado, enquanto o outro, um respeitável marido e pai, vê-se confrontado com o passado quando o seu antigo amante, Richard, aparece depois de muitos anos de separação.
Sensual e cativante, "Jardins de Canela", é um arrebatador romance que fala de emoções proibidas e da força interior daqueles que tentam não só resistir às pressões da sociedade, mas também lutar para alcançar a sua própria felicidade.


Comentário:
Muito bom este livro. Retrata uma cultura diferente e distante. Ao ínicio não é fácil de ler, porque os nomes e os locais são estranhos e difíceis de associar aos personagens, mas uma vez compreendido o enredo e as suas ligações, torna-se num romance muito interessante.
A história passa-se em Ceilão, mais propriamente na localidade de Colombo, em Cinnamon Gardens (que dá o título ao livro). Aí acompanhamos a vida de vários ramos da familia: por um lado, temos Balendran, que toda a sua vida viveu condicionado pela cultura do seu país e a rigidez do seu pai e negou a sua inclinação sexual. O regresso de um antigo amor, vivido em Inglaterra, a Ceilão levanta-lhe de novo todas as dúvidas e deixa-o dividido entre o coração e a sua mulher e filho.
Por outro lado, acompanhamos a vida de Annalukshmi, professora e com uma mente bastante aberta para a época em que vive, que se sente aprisionada pelas tradições e não quer deixar a sua vida de professora para casar e ter filhos como todas as outras mulheres. A sua luta pela independência trará muitos dissabores quer a si quer à sua familia.
Acompanhamos igualmente a evolução política de Ceilão, onde o sufrágio universal é ainda uma hipótese remota, e o domínio inglês uma realidade.
As personagens secundárias são também ricas, como é exemplo a vida do irmão de Balendran, que foi expulso da familia e a da terra pelo pai quando decidiu casar com uma criada. Mas outros segredos se escondem...

É um livro diferente, interessante por isso mesmo, porque nos dá a mostrar uma cultura diferente. O enredo está muito bem conseguido e o final é muito coerente. Gostei e recomendo!

Classificação: 8,5/10

Sem comentários: