Sérgio Luís de Carvalho * O Exílio do Último Liberal


Data Início: 05-10-2012
Data Fim: 10-10-2012

AutorSérgio Luis de Carvalho
Título: O Exílio do Último Liberal
Editora: Clube do Autor
ISBN: 9789898452214

Sinopse:
A história de "O Exílio do Último Liberal" decorre entre Londres (1832) e Lisboa (1833) e assenta num labirinto de mistérios, de segredos, de ameaças e de paixões, enquadrado pelo fog de Londres e pelas brumas de uma nação envolta em progresso e em miséria. É aí, um ambiente marcado pela Revolução Industrial, que se move um jovem exilado português às voltas com um terrível segredo: foi membro da Irmandade dos Divodignos, um grupo liberal radical que os partidários absolutistas de Dom Miguel perseguem com encarniçado ódio. Mas este é apenas o primeiro segredo dado a conhecer ao leitor… Outro há e é ainda mais obscuro e clandestino.
Por entre as sombras e os nevoeiros, movem-se vultos suspeitos. São os odiados ressurrecionistas à cata de corpos acabados de sepultar numa atividade que provoca medo e revolta..

Comentário:
Cada vez mais gosto deste género literário, o romance histórico. Infelizmente o meu gosto por história começou já tarde, curiosamente com um professor do 10º ano que não é mais que o autor do presente livro! E Sérgio Luís de Carvalho é tão bom escritor quanto professor.
O Exílio do Último Liberal conta-nos a história de Salvador, liberal e pertencente ao grupo de 13 elementos denominado de divodignos, que se vê obrigado a fugir de Portugal para Inglaterra depois de trágicos incidentes revelados quase no final do livro. Já em Londres, Salvador acaba por ter sorte e é ajudado por um outro português conseguindo um trabalho no Hospital onde dão aulas de dissecação de corpos. Salvador passa a ser o ajudante do conceituado médico Dr. White. E apaixona-se por Rose, uma costureira humilde com o pai às portas da morte.
E quando em Portugal os conflitos sofrem desenvolvimentos (D. Miguel terá assumido o trono na vez da sua sobrinha D. Maria, filha de D. Pedro que se encontra no Brasil e os liberais encetam contra ele várias investidas com o intuito de o derrubar), todos os portugueses exilados retornam para se juntarem à batalha. Todos, menos Salvador, que permanece em Londres porque o que aconteceu no passado não o deixa partir e porque não quer abandonar a sua amada Rose nem a promessa que fez ao seu futuro sogro de não o abandonar na sua morte.
A luta interna de Salvador, que também quer estar em Portugal a lutar, torna-lhe os dias sombrios e coloca em dúvida se as suas decisões terão sido as mais acertadas.
Gostei muito deste livro, aprendi bastante com ele, embora a linguagem de época utilizada não torne a sua leitura fácil. Mas está recomendadíssimo!  

Classificação: 7,5/10

Sem comentários: