Lesley Pearse * Nunca Digas Adeus


Data Início: 13-10-2012
Data Fim: 23-10-2012

Autor: Lesley Pearse
Título: Nunca Digas Adeus
Editora: Edições Asa
ISBN: 9789892319421

Sinopse:

Separadas pela vida, unidas pelo destino.
Num chuvoso dia de outono, Susan Wright entrou numa clínica, matou duas pessoas a sangue-frio e aguardou que a polícia chegasse. Terá sido um ato de loucura? Uma vingança planeada? Susan não parece interessada em defender-se e recusa falar. O seu silêncio estende-se a Beth Powell, a advogada a quem é atribuído o caso. Beth é uma mulher de sucesso com uma carreira brilhante mas nada a preparara para o momento em que identifica a autora daquele crime tão bárbaro. Quando eram crianças, Beth e Susan juraram ser amigas para sempre. Vinte e nove anos depois, mal se reconhecem. Mas as memórias dos verões felizes das suas infâncias são suficientemente poderosas para as unir de novo. Enquanto as provas contra Susan se acumulam, elas partilham recordações e revelam os segredos que ditaram o rumo das suas vidas. A amizade entre as duas mulheres torna-se cada vez mais forte mas sobre uma delas pende a implacável mão do destino...


Comentário:
Gostei muito dos livros anteriores da Lesley Pearse, porque têm histórias muito originais e porque são muito mais que meros romances.
E este livro, "Nunca Digas Adeus", não é excepção!
Nele conhecemos Susan e Beth, duas pessoas que em criança passaram os meses de Verão juntas, durante 5 anos, partilhando aventuras. Mas, por imposições da vida, afastaram-se acabando por perder por completo o contacto.
Na infância e adolescência, Susan vivia numa casa fechada, porque os seus pais tinham vergonha da doença da avó que vivia com eles, a demência. Quando a avó morre, a mãe de Susan sofre um AVC ficando inválida para toda a vida e é Susan que fica em casa a tratar da mãe, não tendo vida própria.
Por outro lado, Beth sofre com a tirania do pai e a submissão da mãe, mas decide ser advogada para poder defender todos aqueles que se encontram em situações desfavoráveis.
Qual não é o espanto de Beth quando lhe é atríbuida como cliente a defender em tribunal, Susan, acusada de matar 2 pessoas a sangue frio numa clinica médica.

O reencontro irá traduzir-se no desvendar de segredos que ambas guardaram toda a vida e que as fez afastar-se uma da outra. Mas o destino terá a última palavra a dizer...

Devo confessar que numa parte do livro cheguei até a chorar, pela intensidade da cena e pela forma brilhante como é escrita. Brilhante, como todo o livro! Profundo, perturbador, coloca-nos na posição de uma assassina e das suas motivações bem como na posição de quem quer ajudar, mas não sabe muito bem como.

Classificação: 9/10

3 comentários:

Flor Filipe disse...

Já li os três primeiros livros dela e adorei. Aconselho o "Segue o meu coração".

Flor Filipe disse...

Li os três primeiros livros publicados e adorei. Aconselho a leres o "Segue o meu coração".

Maria João disse...

Bom dia Flor Filipe,

eu também adoro os livros da Lesley. E já li todos os publicados em Portugal!

Boas leituras,
Maria João