David Ebershoff * A 19ª Esposa

Data Início: 07-08-2012
Data Fim: 16-08-2012

Autor: David Ebershoff
Título: A 19ª Esposa
Editora: Porto Editora
ISBN: 9789720040688

Sinopse:
No seio de uma seita poligâmica do século XIX, Ann Eliza, a 19.ª esposa do líder e profeta da sua igreja, ousa revoltar-se contra os abusos sofridos pelas mulheres da comunidade em nome da religião.
Dois séculos depois, Jordan Scott, um jovem expulso pela sua seita, regressa ao mundo que o baniu para descobrir a verdade por detrás do assassinato do pai, crime de que a sua esposa n.º 19 é injustamente acusada.
Alternando magistralmente as duas histórias, David Ebershoff revela-nos os segredos que assombram uma das comunidades religiosas mais misteriosas e poderosas dos últimos séculos.

Comentário
"A 19ª Esposa" é um livro pesado e profundo. Está escrito de forma bastante original e até é de fácil leitura, mas devido ao tema, torna-se "pesado", daqueles livros que durante a sua leitura vão sendo despoletados vários sentimentos: raiva, incompreensão, compaixão, tristeza, revolta...

O livro percorre em simultâneo a vida de duas gerações, a primeira é a história de Ann Eliza e Brigham Young, que decorre no final do século XIX, principio do século XX. Ann Eliza é supostamente a 19ª esposa do Profeta Brigham (e é supostamente porque eles faziam questão que ninguém tivesse a certeza de quantas mulheres tinham), e é também a primeira mulher nascida no seio da religião Mormone a fugir e mostrar ao Mundo o que é a vida de familias poligamas e o quanto isso prejudica as crianças que vivem no seio destas familias. Através de inúmeras conferências e do seu livro, Ann Eliza consegue chegar até ao Congresso americano e tentar fazer valer os seus direitos de cidadã americana. Apesar de privações de todas as ordens para o conseguir.
Por outro lado, percorremos a história de Jordan Scott, passada na actualidade, que em criança foi expulso da sua terra pela própria mãe, pois a religião mormone não permitia que ele desse a mão a uma sua meia-irmã. Depois de muito sofrimento e perseverança, Jordan consegue construir uma vida, até ao dia em que descobre que o seu pai foi morto e a sua mãe presa, culpada do seu assassinato. Jordan não suporta deixar a sua mãe na cadeia sem tomar nenhuma atitude e decide visitá-la. Após essa visita ele sabe que a mãe é inocente e fará de tudo para a ilibar. E para isso terá que retornar à sua terra Natal, onde a poligamia se mantém, apesar de ter sido já legislada como ilegal... Será que a Religião poderá superar os tribunais?
O livro vai alternando as duas histórias, e acrescenta alguns documentos pelo meio, sejam teses de mestrado sobre o tema, sejam entrevistas, ou até mesmo cartas que as pessoas envolvidas escreveram, para enriquecer o nosso conhecimento sobre o tema. Gostei bastante do livro, não no sentido do entretenimento, mas mais no sentido da cultura e na forma como demonstra o poder que a religião tem. Mais ainda quando se tratam de povoações perdidas no meio do deserto do Utah, onde as fontes de informações ocidentais não chegam.

Classificação: 8/10

Sem comentários: