Sveva Casati Modignani * Um Dia Naquele Inverno


Data Início: 01-01-2013
Data Fim: 07-01-2013

AutorSveva Casati Modignani
Título: Um Dia Naquele Inverno
Editora: Porto Editora
ISBN: 9789720044198
N. Páginas384

Sinopse:
Numa grande mansão, às portas de Milão, vivem os Cantoni, proprietários há três gerações da homónima e prestigiada fábrica de torneiras.
Aparentemente, todos os membros da família levam uma vida transparente, mas, na realidade, todos eles escondem segredos que os marcaram; existem situações que, ainda que conhecidas por todos, permanecem um tema tabu. Omite-se até a loucura de que sofre Bianca, a matriarca desta dinastia. Um dia, entra em cena Léonie Tardivaux, uma jovem francesa sem dinheiro e sem parentes, que casa com Guido Cantoni, o único neto de Bianca. Léonie adapta-se bastante bem à rotina familiar, compreendendo a regra de silêncio dos Cantoni. Isso não a impede de ser uma esposa exemplar, uma mãe atenta e uma gerente talentosa, que, com bastante êxito, conduz a firma pelo mar hostil da recessão económica. No entanto, também ela cultiva o seu segredo, aquele que todos os anos, durante apenas um dia, a leva a largar tudo e a refugiar-se no Lago de Como.
Mais uma vez, Sveva Casati Modignani cativa o leitor com uma saga familiar que atravessa quase um século da História de Itália, dos anos 20 até aos dias de hoje, colocando em cena personagens encantadoras: homens inteligentes, autênticos e perspicazes, que têm ao seu lado mulheres fortes e inigualáveis, capazes de os aconselhar e apoiar.


Comentário:
Este é o último livro editado em Portugal da escritora Sveva Casati Modignani e, mais uma vez, não desilude. Não sendo um livro muito profundo, é uma história bem elaborada, com personagens interessantes e com vidas ricas em acontecimentos.
Nele acompanhamos Léonie, mãe de cinco filhos e casada com Guido, um herdeiro rico, cuja familia desde há muitas gerações é dona de um império de torneiras. Como em qualquer familia, esta também tem os seus segredos e aventuras, a começar pela avó de Guido, Bianca. Ao longo do livro percorremos as vidas dos seus vários elementos, assim como uma situação peculiar de Léonie. Todos os anos, em cada dia 22 de Dezembro, ela desaparece misteriosamente para regressar no final do dia renovada e feliz...

É um livro interessante, que se lê rapidamente e que cumpre a sua função de distrair. O encadeamento dos diferentes personagens é muito interessante, no entanto, e à semelhança de outros livros desta autora, o facto de acompanharmos tantos personagens de perto, pode tornar o livro um pouco confuso. Mas o balanço final é, sem dúvida, muito positivo!

Classificação: 8/10

Sem comentários: